Slid

News

Frases

"O ser humano é capaz de tudo, até de querer coisas nocivas e negativas para si mesmo."

- Claudia Raia

Comente

19 novembro 2009

Cuide bem da tireoide















Atendendo ao pedido da Márcia resolvi postar essa matéria super interressante do site Ana Maria, o tema é tireoide. Como sabemos devemos estar sempre atentos para tudo, ainda mais quando o assunto é saúde, então não deixe ler essa matéria.
Tire suas dúvidas sobre doenças da tireoide e aprenda a fazer o autoexame para detectar nódulos


Ela tem o formato de uma borboleta e pesa apenas 12 gramas, mas deixa seu organismo de cabeça pra baixo quando passa por algum problema. Estamos falando da glândula tireoide, que fica na base do pescoço, logo abaixo daquela região conhecida como pomo-de-adão. E, apesar de ser muito pequena, ela controla o metabolismo do organismo todo.

A tireoide produz os hormônios T3 e T4, que são responsáveis pelo controle do peso corporal. Quando eles são produzidos em quantidade muito menor (ou bem maior) que a normal, surgem doenças. "O principal alvo são as mulheres,que engordam ou emagrecer demais sem qualquer motivo aparente", afirma a endocrinologista Zuleika Halpern, do Hospital das Clínicas de São Paulo.


Remédios e cirurgia


Que o diga a atriz Claudia Raia, a Donatela de A Favorita. No início dos anos 90, antes de descobrir o problema,Claudia chegou a pesar 11 quilos a mais do que hoje. “Tirei seis nódulos e só tenho 20% da glândula em funcionamento", conta a atriz.Diariamente, Claudia Raia toma remédios para repor os hormônios que a tireoide deixou de fabricar. A maioria das doenças da glândula pode ser tratada com medicamentos ou cirurgia. No entanto, é muito importante detectar os nódulos o mais cedo possível.Veja como a seguir.

Atenção!
3 em cada 10 brasileiros adultos apresentam nódulos na tireoide


Hipotireoidismo

Acontece quando a tireoide produz hormônios em quantidade menor do que a necessária. Assim, o organismo funciona mais lentamente, e os quilinhos extras se acumulam. O mal atinge dez vezes mais as mulheres do que os homens.

Causas


Congênita
O bebê nasce com ausência parcial ou total da glândula. O problema pode ser identificado pelo teste do pezinho. Se não for diagnosticado a tempo, pode causar retardo mental.

Carência de iodo
Esse mineral está presente em alimentos como sal, peixes marinhos e frutos do mar. Também é encontrado em carnes e verduras, mas em concentração menor.

Tireoidite de Hashimoto (autoimune)
O corpo produz anticorpos que destroem a própria tireoide. Em geral, as vítimas são mulheres com mais de 30 anos.

Sintomas

Ganho de peso mesmo fazendo dieta, queda de cabelo, unhas fracas, pele seca, sonolência, desânimo, depressão, retenção de líquido e prisão de ventre.
Quando se manifesta

Aparece com grande frequência em mulheres na menopausa. Mas pode surgir em qualquer época da vida.

Tratamento


Consiste em repor com remédios o hormônio que a tireoide deixou de produzir. Os sintomas costumam desaparecer com o tratamento, mas os médicos alertam: avaliações devem ser feitas a cada seis meses. Há casos em que é necessário fazer a cirurgia para remover os nódulos ou partes da glândula.

Hipertireoidismo

A doença se manifesta quando a tireoide fica “acelerada” e produz hormônios em excesso. Com isso, o metabolismo fica muito rápido e a pessoa perde peso de maneira muito rápida — o que não é nada saudável.

Causas

O motivo mais comum é um mal hereditário chamado Doença de Graves (pronuncia-se "greives"). Essa doença estimula a produção de hormônio de modo exagerado. Outra causa pode ser um tumor ou uma inflamação, causados por alguma infecção viral, ou ainda o consumo excessivo de alimentos que são ricos em iodo.

Sintomas

Perda de peso, tremores nas mãos, nervosismo, queda de cabelo, intestino solto, fraqueza muscular, transpiração em excesso, insônia, palpitações, taquicardia. Os olhos podem ficar saltados e arregalados.
Quando se manifesta


Geralmente em pessoas com idade mais avançada.

Tratamento


A recomentação dos médicos endocrinologistas costuma ser o uso de medicamentos por cerca de um ano. O remédio interrompe a produção excessiva dos hormônios. Em alguns casos, pode ser necessário fazer uma cirurgia ou a aplicação de iodo radioativo para destruir parte da tireoide.


Fonte: site Ana Maria
Mais imformações:
pt.wikipedia.org/wiki/Tiroide
http://boasaude.uol.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

banner2

linkme

Link-Me


Topo /*efeito quando passa o mouse */
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...